Pesquisa de Clostridium botulinum

06 Out, 2015
Pesquisa de Clostridium botulinum

O Clostridium botulinum é uma bactéria Gram-positiva pertencente à família Bacillaceae.

 

O botulismo, nome atribuído às intoxicações causadas por Clostridium botulinum, resulta, na maioria das situações, da ingestão de uma toxina pré-formada em alimentos contaminados com este microrganismo. A incidência desta doença é baixa mas requer uma atenção particular, pois caso não seja prontamente diagnosticada e tratada, envolve um risco elevado de morte.

 

A bactéria sobrevive no meio ambiente graças a sua capacidade de formar esporos. Encontra-se presente em todo o mundo, no solo e águas, e pode estar presente em alimentos. Pode sobreviver mais de duas horas em temperaturas próximas de 100°C. Em condições favoráveis pode produzira toxina botulínica.

Existem sete sorotipos de Clostridium botulinum, sendo cada um responsável pela produção de uma toxina, que são classificadas em A até G. Os tipos A, B e E são os mais prevalentes.

 

No laboratório Tomaz pode saber que existe este contaminante num tempo máximo de 5 dias.