Pesquisa de Clostridium botulinum

06 Oct, 2015
Pesquisa de Clostridium botulinum

O Clostridium botulinum sobrevive no meio ambiente graças a sua capacidade de formar esporos. Encontra-se presente em todo o mundo, no solo e águas, e pode estar presente em alimentos. Pode sobreviver mais de duas horas em temperaturas próximas de 100°C. Em condições favoráveis pode produzira toxina botulínica. Existem sete sorotipos de C. botulinum, sendo cada um responsável pela produção de uma toxina, que são classificadas em A até G. Os tipos A, B e E são os mais prevalentes.

 

No laboratório Tomaz pode saber que existe este contaminante num tempo máximo de 5 dias.